terça-feira, 9 de setembro de 2008

Empreendedorismo/Plano de carreira



Antes de fazer, pense onde quer chegar...
Michelle Fernandes



Jim Collins
Hoje é considerado pela Fortune Magazine um dos maiores influentes pensadores de management, seu livro Built to last, que registra a venda de 3,5 milhões de exemplares.
Ele é um estudioso de grandes empresas e analisa o processo pelo qual ela atingiu tal
desempenho a longo prazo.
Jim, defende a seguinte teoria e um de seus livros "Não importa a companhia que você esteja trabalhando, nem o seu chefe/gestor... O seu sucesso depende única e exclusivamente de você!"
Temas que são abordados por Jim Collins
Por que algumas empresas e executivos se superam e outros não?
• Gestão ou liderança? Esta é a pergunta errada! • Profissionais que constroem uma grandeza duradoura• O que os distingue?• Você pode vir a ser um deles?• Grandeza não é uma função das circunstâncias• Por que alguns prevalecem sobre todas as circunstâncias• Por que outros, frente às mesmas circunstâncias, não conseguem se tornar grandes• Por que alguns profissionais deixam de ser grandes e se tornam apenas bons• Medidas que você pode tomar: uma jornada pessoal de liderança• Idéias finais: impulsos interiores que conduzem à grandeza

2 comentários:

Michelle Fernandes disse...

Subject: comentário - Blog
Date: Wed, 10 Sep 2008 02:17:01 +0000

Michelle,

parabéns!!

bem direto e excelente abordagem, principalmente abrangendo o grande desafio de um vencedor, focar no assunto e principalmente usar sua inteligência financeira.
Para muitos é mais fácil culpar seus fracassos, pelo outros. Outros não entedem a diferença de um ativo e um passivo, que é básico para qualquer gestor, como pensamento do Pai pobre.
A quebra do paradiguima está nisto. Em finais dos anos de 1800 quase 1900, com a revolução industrial, se pensava à época que tudo já se havia inventado, visto o sucesso da máquina à vapor etc, e com isto impulso ao capitalismo, visto acumulação de capital que antecedeu aos fatos. Hoje vemos o quanto a tecnologia avança, deixando muitos economistas do passado sem discurso, sendo a inprevisão de bolhas inflacionárias, aumento de preços de comodites ou bolhas imobiliárias previsíveis.
Como as relações internacionais pelo que vejo, você é estudiosa, nos fascina pela mobilidade de capital e bens, ainda mais com o incremento da tecnologia, digo informática, internet etc.

O sucesso está dentro de cada um de nós, basta acreditarmos e nos prepararmos. O dinheiro não aceita desaforo, tem que ser bem tratado e fazer com que ele trabalhe. Evitar a corrida do rato.

Muito legal seu blog.

José Cyrillo da Costa - Economista

Mateus disse...

Boa tarde Michelle, gostaria de conversar com você sobre o curso de comércio exterior, e relações internacionais, gostaria de saber as diferenças no curso, na area de atuação, e no mercado. meu email é mateusdr2005@gmail.com, sou de florianópolis, e na minha região tem curso de graduação nas duas áreas. Obrigado, Atenciosamente Mateus Dorneles